Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

sexta-feira, 1 de julho de 2011

A saudade que me dói

Florência é uma fadista nascida no Porto em 1943, uma veterana, que dispenso de relatar passagens do seu curriculum socorrendo-me do que foi escrito no blog Lisboa no guiness

Aqui canta um lindo fado (como todos) de Vasco de Lima Couto para o fado marcha de Alfredo Marceneiro

Rasga o passado em que vida
deixou os meus olhos presos
às janela imperfeitas
rasga a penumbra em que a vida
guarda os meus sonhos acessos
nessa cama em que te deitas

Rasga tudo o que te dei
quando deixei de ser eu
por te sentir a meu lado
e o perdão, que eu inventei,
porque tu fechaste o céu
ao limite do pecado

E na minha voz tão nua
rasga se puderes rasgar
o tempo da violência,
e as aves, daquela rua,
onde eu vivi para te amar,
num fado vestido ausência


video

Sem comentários: