Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

domingo, 10 de janeiro de 2010

Sinal da cruz

Manuel Martins Tristão da Silva era um alfacinha de gema, que nasceu na Penha de França, em 17 de Julho de 1927.Faleceu num acidente de viação ocorrido em Lisboa em 1978.

Letra de Linhares Barbosa e música de Ferrer Trindade

Na pequena capelinha
da aldeia velha e branquinha
Dei à Maria da Luz
uma cruz de pôr ao peito
E um juramento foi feito
pelos dois, sobre essa cruz

Juro ser tua
disse-me ela
Eu disse
uro ser teu
Pelos vitrais da capela
Entrava a benção do céu

Passavam-se os meses.
e o tempo corria
E todas as vezes
que eu via a Maria
sozinha e menina
Dizia-lhe assim
Maria da Luz
Tu és para mim
o sinal da cruz
da cruz pequenina

Mas um dia, há sempre um dia
que nos rouba a fantasia
Maria entrou na capela,
esquiva, pé ante pé
Mas o meu símbolo de fé
não brilhava ao peito dela

Quis perguntar-lhe pela jura
Porém, de fé já perdida
Vi que não vinha segura
Tinha outra cruz na vida

Passavam-se os meses
o tempo corria
E todas as vezes
que eu via a Maria
com más companhias
Dizia-lhe assim:
Maria da luz
Tu és para mim,
o sinal da cruz,
da cruz dos meus dias



6 comentários:

xistosa - (josé torres) disse...

Simplesmente soberbo.
Obrigado pela recordação.

Cumprimentos.

Luís Maia disse...

um abraço caro José Torres

Luz disse...

O meu nome é Maria da Luz e desde miuda adoro esta canção.Obrigada por me fazer recordá-la. É lindissima.

Luís Maia disse...

obrigado eu pelo seu comentário e pela sua presença

milu disse...

boa tarde o meu nome, maria da luz, queria pedir o favor se alguem tiver este fado me podia passar o link para eu gravar no meu pc , pois adoro etye tema e nao enconto em lado nenhum. obg .maria da luz martins

Alex disse...

olá, para além da autoria (letra: Linhares Barbosa e música: Ferrer Trindade), pode alguém indicar o ano em que a música foi composta?
obrigado.