Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Não disse nada amor

Embora sabendo que Paulo Penim é um fadista amador, porque ele Psicólogo Social dividindo a sua actividade profissional entre a Consultoria de Gestão e o Ensino Universitário, gostava de o ouvir mais vezes, que eu saiba lançou um CD em 2003 e nunca mais apareceu outro desde esse ano.

É desse trabalho de 2003 Os nome do amor, que elaborei esta modesta homenagem.

Letra de António Lobo Antunes música de Miguel Ramos no fado Alberto

Não disse nada amor, não disse nada
Foi o rio que falou com a minha voz
A dizer que era noite e é madrugada
A dizer que eras tu e somos nós

A dizer os mil rostos de Lisboa
Ao longo do teu rosto, se te beijo
Á luz de um pombo, chamo Madragoa
E Bairro Alto ao mar, se te desejo

Não dissse nada amor, juro, calei-me
Foi uma voz que ao longe se perdeu
Cuidei que era Lisboa e enganei-me
Pensei que éramos dois e sou só eu


video

Sem comentários: