Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

segunda-feira, 4 de janeiro de 2010

Desilusão

Infelizmente retirada do mundo fadista, todos os que amamos o fado, temos grande saudade de a ouvir. Estas coisas são sempre difíceis de afirmar, porque classificar arte em termos absolutos,é sempre ingrato, porém, atrevo-me a dizer que a coloco, ao nível das 6 maiores de sempre.

O seu nome, simplesmente Fernanda Maria

Letra de Amadeu do Vale e música de Tavares Belo

Paciência não deploro,
o quanto sou desgraçada
piedade não importa
que da desdita que eu choro
sou a única culpada

Para nosso desatino
o destino é uma desculpa
não me digam que eu já sei
mas não culpem o destino
que o destino não tem culpa
do mal ,que eu própria busquei

Não lhe bastava
o desprezo que me dava,
as horas de sofrimento,
que me fazia passar,
para o desgosto
vincar mais fundo o meu rosto,
deu-me mais este tormento,
de por outra me trocar.

No abismo
em que eu caía
não via á minha frente,
porque o meu olhar só via,
o homem que me dizia ,
gostar de mim loucamente,

Foi mais uma ingratidão
mais uma desilusão
que me veio bater à porta
para quem está desiludida
de ser feliz nesta vida
um homem mais pouco importa




video

Sem comentários: