Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

quarta-feira, 13 de janeiro de 2010

Ponto final

Julgo que este fado faz parte do seu primeiro CD, onde Ricardo exibe toda a pujança da sua voz, que hoje domina doutra forma.


Letra de David Mourão Ferreira música de Joaquim Campos no Fado tango

Que negra teia d’enganos
Essa mulher me tecia,
E foram uns poucos de anos
D’enganos e desenganos
Sofridos dia após dia

Onde o seu corpo passava
Secavam as coisas puras,
Nem rasto de rosa brava
Nem uma folha ficava
Por cima das sepulturas

Mas esse Inverno acabou
E ressurge a primavera
Agora tudo mudou
Eu sou de novo quem sou
Ela é na mesma quem era


video

Sem comentários: