Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

sábado, 11 de agosto de 2007

Fiz leilão de mim

Para muita gente será uma surpresa ouvir Max cantar o fado. Para mim foi um dos maiores de sempre.

Esta letra é de Artur Ribeiro (clicar) e a música de Max

Talvez de razão perdida
quis fazer leilão da vida
disse ao leiloeiro
venda ao desbarato
venda o lote inteiro
que de mim estou farto
meus versos que não
são versos
atirei ao chão
dispersos
vou ver se algum dia
o mundo pateta
por analogia
diz que sou poeta

Fiz leilão de mim
e fui por fim apregoado
mas de mau que sou
ninguém gritou
arrematado
fiz leilão de mim
tinhas razão minha almofada
por lances a esmo
provei a mim mesmo
que não valho mais que nada

Também quis vender meu fado
meu modo de ser errado
leiloei ternura
chamaram-me louco
mostrei amargura
e o mundo fez pouco
depois leiloei carinho
e em praça fiquei sozinho
diz me a pouca sorte
que para castigo
até vir a morte
vou ficar comigo



video

3 comentários:

jaume disse...

Meu amigo, e crueldade ter de decidir qual é o melhor. O meu voto para o Max, embora os outros fados são uma maravilha!!
Um abraço desde Barcelona. jaume

DM disse...

concordo completamente com o amigo Jaume. Esta interpretação é cheia de inteligência e emoção, e com uma honestidade que é rara encontrar.

Luís Maia disse...

o max foi um dos maiores homens do fado dr SEMPRE