Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

quinta-feira, 11 de novembro de 2010

Não te quero perder


Um modesto cantinho como o meu não podia deixar de referenciar Júlio Vieitas um grande nome já desaparecido em 1990, mas a quem o fado deve muito quer como letrista, quer como interprete.

Quem quiser saber mais sobre a biografia deste fadista das Caldas da Rainha, pode consultar o blog de Vitor Marceneiro, onde a vida deste senhor do fado se encontra resumida.

Aqui canta uma letra de sua autoria sobre a música do fado Proença de Júlio Proença

Andei perdido no cais
nesse dia negro dia
sem te ver na despedida,
entre gemidos e ais,
o mar revolto bramia
insultando a própria vida.

Após a tua partida,
vaguei pela cidade,
quis esquecer-te e bebi,
quis dar novo rumo á vida,
mar era sempre a saudade,
que me falava de ti.

Há quem não pense nem veja,
há mesmo quem não suporte,
esta razão singular,
quando a gente se deseja,
só um fim só a morte,
nos consegue separar.

Perdi-te fiz falsas juras,
partiste e por cá fiquei,
alguns anos sem te ver.
quero esquecer tais loucuras,
agora que te encontrei,
jamais te quero perder


video

Sem comentários: