Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

domingo, 28 de junho de 2009

A saudade é minha

Insisto na Marina Mota porque ela merece

Letra de Carlos Conde música de Túlio Pereira

Quando alguém vive longe de quem ama
E sente a alma triste, dolorida
Há sempre uma saudade que nos chama
Para nos ir matando e dando vida

Quando a gente se esquece de lembrar
Aquilo que se lembra de esquecer
Há sempre uma saudade p’ra matar
E logo outra saudade p’ra viver

Venha a saudade,quero rir, brincar com ela
Quero espreitar-te p’la cortina da janela
Venha a tristeza, quero ter com quem chorar
Abro-te a porta meu amor, podes entrar

Eu tive uma saudade que não digo
Ganhei-a na esperança da amizade
E ando agora a perde-la por castigo
Na esperança que tive da saudade

A saudade que eu tenho ando a cantar
É resto dum amor que alguém deixou
Se a lembro, vivo o sol que anda a brilhar
Se a esqueço, sinto a luz que já passou




video

Sem comentários: