Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

sexta-feira, 23 de julho de 2010

Negro Xaile


Volto a falar de António Pelarigo esse fadista ribatejano de eleição, que para muitos permanece incógnito, injustamente incógnito, mas insisto que a sua qualidade, merece muito mais

Este fado tem a assinatura de Jorge Fernando na letra e na música

Põe o negro xaile
solto nos teus ombros
Quero ouvir cantar
Porque em minhas mãos
há uma guitarra
Pronta p'ra trinar

Estranhas ouvir o meu fado
falar de saudade
E dizes que é triste demais
para a minha idade
Mas sei que é o meu destino
cantar nosso fado
Que já minha alma invade

Por isso

Põe o negro xaile
solto nos teus ombros
Quero ouvir cantar
Porque em minhas mãos
há uma guitarra
Pronta p'ra trinar

Em sonhos ouvi uma voz
sussurrar-me o fado
Timbrada, dizia-me assim
vou estar a teu lado
Então pensei que essa voz
fosse a minha alma
Ou a voz do próprio fado

E então

Põe o negro xaile
solto nos teus ombros
Quero ouvir cantar
Porque em minhas mãos
há uma guitarra
Pronta p'ra trinar


video

Sem comentários: