Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

segunda-feira, 3 de outubro de 2011

Valsa vienense

Dum trabalho de 2003 de Paulo Penim Os nomes do amor, que trago de novo este fadista
amador mas que gostaria de ouvir mais vezes, ele reúne ao seu talento de fadista a qualidade comprovada de grande letristas como é o caso

Letra de António Lobo Antunes e música do Fado Varela

Porque és o retrato dos meus olhos
onde as fontes do sol vêm beber,
este mar de Setembro azul perfeito
que nas pedras acaba de morrer.

Porque na noite clara do teu peito,
a lua é só um pássaro ferido,
e as palavras nascem dos meus dedos,
carregadas de sonho e de sentido.

Porque és a cor dos rios em cada fonte,
no silêncio da terra revelada
lágrima, orvalho, pétala horizonte,
onde se abre verde a madrugada.



video

Sem comentários: