Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

sábado, 18 de junho de 2011

Fado do amor e pecado

Ana Sofia Varela é uma fadista portuguesa, nascida em 1979, em Lisboa. Cresceu em Serpa, no Alentejo, regressando depois à sua terra natal

O seu primeiro contacto com o fado aconteceu aos dez anos através da obra de Amália Rodrigues, influenciando-a também a música tradicional Alentejana. Em 1997 surge o convite para cantar em casas de fado em Lisboa, por Carlos Zel.

Ela faz parte duma geração de jovens que tratam o fado muito bem não só pela qualidade interpretativa como também pelo cuidado na escolha do repertório.

Ei-la cantando este lido fado com letra de João Monge e música de João Gil

Parti andorinhas,
parti longe do meu telhado

Os barcos que jazem aqui
foram de outro lugar


Quem sabe, amor
Onde vai
Quem sabe

A dor que nos cai

O vento passa por nós
e o resto é o mar


Matei a rosa vermelha
que usava ao decote

Tingi os lençóis
com a raiva de amor e pecado


Olhai as mãos, meu amor

Olhai meus olhos,
Senhor
Cantai guitarras,
cantai a tristeza do fado



Fui carne de amor e ciúme

Fui vinho e loucura

Um cravo em botão,

Meu amor,
Preso à tua lapela

Chorei, amor, este fim
Sequei por dentro de mim

Deixei uma rosa vermelha
à tua janela


Tracei o meu xaile no rosto
É de luto este fado

Lavei o teu sangue
na chuva que leva a saudade


Olhai as mãos,
meu amor

Olhai meus olhos,
Senhor
Cantai guitarras,
cantai a minha liberdade


Adeus amor que matei

O mar há-de encontrar
o nosso coração

Adeus amor que jurei
Minha rosa de fogo e de paixão

Para ouvir o fado clicar >>>>>> aqui



Sem comentários: