Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

quinta-feira, 10 de março de 2011

Bons tempos

Natália dos Anjos nasceu em Lisboa.

O percurso artístico de Natália dos Anjos cruzou-se com o do poeta João da Mata.
Conhece também o poeta Gabriel de Oliveira, que mais tarde vem a ser seu companheiro.
João da Mata e Gabriel de Oliveira, dois grandes nomes na composição de Fados, que escreveram para ela, o que lhe proporcionou um notável repertório.

ler mais sobre ela no Lisboa no Guiness

Aqui canta uma letra de José Galhardo para uma música do Arnaldo de Brito

Tempos antigos, tempos passados
Tempos de artistas, tempos mortos que vivi
Velhos amigos, velhos pecados
Velhas fadistas que eu não vejo agora aqui

Já lá estão todos, já lá estão todas
Já lá não falta senão eu que espera a vez
Foram-se as modos, foram-se os modas
Foi toda a malta do meu tempo com vocês

Chorai, chorai
Por mim, por mim
Que eu sou dum tempo que lá vai, eu vi no fim
Passou, passou
Morreu, morreu
E desse mundo que acabou, fiquei só eu

Vi as esperas, vi as toiradas
Pegas e tudo no bom estilo português
Vi as galeras, vi as cegadas
O velho entrudo com bisnagas e chéchés

Vi a avenida com luminárias
Toda empredada a preto e branco sem métro
Coisas da vida, extraordinárias
O agora é nada ao pé de tudo o que findou


video

Sem comentários: