Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

sábado, 22 de Janeiro de 2011

Na boca de toda a gente

Mistério de Fado “ é sem dúvida a consolidação de vinte anos a cantar .O fado precisa de grande vivência e maturidade e de uma entrega emocional que só agora Linda reconhece no seu percurso de vida, e por consequência no seu canto.

Os muitos admiradores que a seguem desde há anos acham que este perfeccionismo parece às vezes exagerado porque, ancorada na tradição, Linda Leonardo sempre foi uma fadista da maior qualidade, exímia na arte de “estilar” o fado que hoje em dia é tão difícil de encontrar. E também porque Linda Leonardo sempre se preocupou com as palavras que canta, com as melodias que interpreta, com a qualidade dos músicos que a acompanham e isso transforma cada uma das suas actuações num momento muito emocionante e verdadeiro.

Esse cuidado é a primeira coisa que nos surge quando ouvimos o seu novo disco, “Mistério de Fado” produzido musicalmente por Marino de Freitas. Com temas do próprio Marino de Freitas, Fernando Tordo, Daniel Gouveia, Tiago Torres da Silva, Carlos Baleia, João Conchinhas ou da própria Linda, ela entrega-se ao fado mais tradicional, como no caso do dificílimo “Fado Pintadinho” mas também se passeia por marchas de Lisboa ou por um belíssimo pasodoble da autoria de Carlos Gonçalves.

E apesar, do título, vemos que não há mistério nenhum. O que há é muita voz! Muita garra! muito sentimento! E há fados lindos! E há acompanhadores de primeira como Ricardo Rocha, José Manuel Neto, Fernando Silva, Artur Caldeira , Diogo Clemente, Carlos Macieira, Carlos Fonseca, Cagé etc.Com diversos estilos, diversas sonoridades…….. E há fado!

Na verdade, o mistério do Fado está lá todo. Ao escutar aquele fado tão antigo parece que sempre o ouvimos a ecoar dentro de nós. Ao escutar aquele fado tão novo, dá a sensação de que estamos a ouvir Fado pela primeira vez.

Esta palavras são da autoria de Tiago Torres da Silva a propósito de Linsa Leonardo, que subscrevo por inteiro, acrescentando que por modéstia não refere a qualidade das letras como a deste fado, por ser de sua autoria, neste caso para a música do fado Daniel, de Daniel Gouveia.

Se eu te disser ao ouvido
Que o fado me tem pedido
Para ninguém o cantar;
Por favor, guarda segredo
Porque o fado está com medo
Que alguém o queira matar

Anda tão envergonhado
Que diz que já nem é fado
Nem julga que o fado exista
Porque quem sente vaidade
Em dar abrigo á saudade
Já não pode ser fadista

E depois o fado diz
Que não pode ser feliz
Na boca de toda a gente
E que talvez a meu lado
Possa voltar a ser fado
Como era antigamente

É por isso que eu lhe digo
Que quando lhe dou abrigo
Sinto o peito tão cansado
E um dia, talvez consiga
Que ao chorar o fado diga
Que quer voltar a ser fado


video

Sem comentários: