Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

terça-feira, 26 de outubro de 2010

Chora guitarra


António Severino um grande fadista volta aqui para interpretar este lindo fado de António Reisinho um poeta e homem do fado, que muitos fados lhe tem entregue

Quando a gente tem um fado,
um fado, que descreve a nossa dor
sentimos que ao nosso lado,
vive um poema perdido,
que chora, com a gente
o nosso amor.

Quando a gente tem saudade
saudade, duma guitarra que chora,
choramos a felicidade,
e cantamos num gemido,
um fado que se tem pla vida fora.


Chora guitarra
chora chora minha amiga,
que o pranto duma cantiga
é a voz dum coração

Chora guitarra
chora chora que o teu fado,
é o pranto amargurado,
que eu choro nesta canção.

Quando a gente perde a noite,
a noite, nos braços da madrugada,
sofremos como um açoite,
as lembrança do passado,
passado, duma vida amargurada,

Quando a gente perde o sono,
o sonho, onde se ama a sonhar
ai meu amor que abandono,
nos poemas dos meu fado
quando a guitarra
se põe, a chorar


video

Sem comentários: