Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

sexta-feira, 13 de setembro de 2013

Cálice de perdão

Muitas vezes por razões que nada têm que ver com a sua qualidade como fadista, ouço pessoas denegrir Gonçalo Salgueiro, que talvez por isso tarde em afirmar-se como um valor indiscutível do fado. Porém quando se ouve Gonçalo Salgueiro ou quando se tem o prazer de o ouvir cantar ao vivo, não pode deixar de ser contagiado, pela sua voz mas sobretudo pela alma pela emoção, com que interpreta, cada fado do seu repertório.

Este fado para a música do fado Acácio é de sua autoria

Minha dor é um convento
cheia de sombras por dentro,
onde o sol não quer entrar,
sombras são feitas de ti,
silhuetas que esculpi,
sem a luz do teu olhar.

As paredes frias nuas,
escondem saudades tuas,
que o luar me veio mostrar,
no templo és oração,
o meu cálice de perdão,
por viver só para te amar.

Passam noites passam dias
que nos dobram agonias,
que o vento vem por mim,
neste convento onde moro
rezo canto grito e choro,
ninguém sabe que é por ti.


video

Sem comentários: