Querendo ver outros blogs meus consultar a Teia dos meus blogs

terça-feira, 19 de agosto de 2008

Noite

Jaime Dias é um veterano do fado, um nome respeitado pela sua vasta experiência e qualidade vocal.

Este fado tem letra de Vasco de Lima Couto e música de Max


Sou da noite um filho noite
Trago rugas nos meus dedos
De contarem os segredos
Nas altas fontes do amor

E canto porque é preciso
Raiar a dor que me impele
E gravar na minha pele
As fontes da minha dor

Noite companheira dos meus gritos
Rio de sonhos aflitos
Das aves que abandonei
Noite céu dos meus casos perdidos
Vêm de longe os sentidos
Nas canções que eu entreguei

Oh minha mãe de arvoredos
Que penteias a saudade
Com que vi a humanidade
A minha voz soluçar

Dei-te um corpo de segredos
Onde risquei minha mágoa
E onde bebi essa água
Que se prendia no ar


Noite companheira dos meus gritos
Rio de sonhos aflitos
Das aves que abandonei
Noite céu dos meus casos perdidos
Vêm de longe os sentidos
Nas canções que eu entreguei



video

5 comentários:

Júlio Dias disse...

grande fado,um dos mais bonitos

Antonio carneiro (Bélier) disse...

Mais um exemplo expressivo do talento do grande Max. Notável também o poema de Vasco Lima Couto. Valeu a pena conhecer.

Antonio Carneiro (Bélier)

Antonio carneiro (Bélier) disse...

Mais um exemplo expressivo do talento do grande Max. Notável também o poema de Vasco de Lima Couto. Valeu a pena ouvir este grande fado.

Bélier

Anónimo disse...

http://prixviagrageneriquefrance.net/ acheter viagra
http://commanderviagragenerique.net/ viagra generique
http://viagracomprargenericoespana.net/ viagra precio
http://acquistareviagragenericoitalia.net/ acquistare viagra

maria de lurdes bras disse...

Duas coisas que ainda não entendi nesta letra ( porque teimam em dizer....trago Rugas nos meus dedos em vez de Ruas) e se é Penteado a saudade ou ( Tentaria a saudade....alguém me explica isto....devo se eu fosse muito burra....
obrigada

M. Lurdes